Atendimento no Hospital da Chapada é iniciado com cirurgias

O Hospital Regional da Chapada (HRC), recém-inaugurado pelo governador Rui Costa, iniciou o atendimento à população da região neste domingo (3). A previsão é que neste primeiro dia sejam realizadas 30 cirurgias eletivas, que envolvem os procedimentos de retirada de hérnia inguinal, umbilical e epigástrica, histerectomia (retirada do útero) e colecistectomia por videolaparoscopia (remoção da vesícula por vídeo). 

Pacientes de Seabra e mais 12 municípios da Chapada Diamantina tiveram a oportunidade de agendar o atendimento durante o Mutirão de Cirurgias, que começou no início da semana passada. Entre eles, a lavradora Fabíola Rocha, 46 anos, estava há cerca de dois anos na fila de espera para realizar a retirada da vesícula. 

Com a cirurgia, realizada neste domingo, a lavradora vai se livrar das fortes dores que sentia. “Eu tinha que viajar mais de 300 quilômetros para buscar atendimento em Irecê, e agora recebemos esse presente que é o Hospital Regional da Chapada”. A Bahia é o único estado do país a oferecer este procedimento – a colecistectomia por videolaparoscopia – durante um mutirão de cirurgias. 

Segundo o diretor-médico do HRC, Luiz Carlos Brasileiro, todas as cirurgias agendadas durante o mutirão devem ser feitas entre 10 e 15 dias. “Iniciamos o atendimento com os procedimentos eletivos, já que existe uma grande demanda, até então, reprimida. Além disso, já estamos abertos para urgência e emergência e politraumas”, esclarece. 

Geração de empregos

A implantação do HRC, em Seabra, também promove a abertura de novos postos de trabalho na região. Atualmente, o hospital possui uma equipe formada por 349 pessoas, entre médicos, enfermeiros, técnicos e apoio administrativo. 

O maqueiro Ramiro Lima, 41 anos, estava desempregado há três anos. Pai de três filhos e morador de Abaíra, município localizado a 130 quilômetros de Seabra, ele destaca que “encontrar um trabalho estava muito difícil e este chegou na hora certa, com a abertura do hospital. Agora vou ter condições de cuidar dos meus filhos e da minha esposa”.

Repórter: Jairo Gonçalves

Deixe uma resposta