Ilhéus formaliza adesão ao Fórum de Gestores da Igualdade Racial da Bahia

Representações do movimento negro, capoeiristas, segmentos indígenas e de terreiro prestigiaram a adesão do município de Ilhéus ao Fórum de Gestores Municipais de Promoção da Igualdade Racial da Bahia. Com a cooperação, formalizada entre o Governo do Estado e a prefeitura local, serão intensificados compromissos para a implementação das políticas públicas com recorte étnico-racial e garantia dos direitos dos povos e comunidades tradicionais que compõem a população ilheense.

Durante o ato, na noite de segunda-feira (11), a secretária estadual de Promoção da Igualdade Racial, Fabya Reis, destacou que a participação do município no Fórum de Gestores, coordenado pela pasta, amplia o trabalho de combate ao racismo e à intolerância religiosa, também como uma estratégia de interiorização das políticas afirmativas. “O Estado brasileiro reconhece, após longa trajetória e demandas do movimento negro, que o racismo estrutural existe, constatação que provocou uma série de medidas, a exemplo da criação de marcos legais e organismos governamentais voltados às políticas reparatórias. Esta cooperação somará ao esforço pela ampliação de ações afirmativas”.

O vice-prefeito José Nazal reforçou que as medidas contribuirão para o empoderamento e atendimento aos segmentos tradicionais da população, presentes de forma expressiva em Ilhéus, a exemplo de indígenas e comunidades de terreiros. “Beneficiará, sobretudo, os nossos povos originários desrespeitados historicamente com relação aos seus direitos. Construiremos diálogos para atuar, de forma alinhada com o Governo do Estado, na busca da melhoraria da vida desse povo”. 

Na mesa oficial do evento também estiveram presentes o cacique Ramon Souza, integrante da Comissão Estadual para a Sustentabilidade dos Povos e Comunidades Tradicionais (Cespect); o tata Valdemir Conceição; a ekede Silvandira Caldeira; a secretária municipal da Educação, Eliane Oliveira, além de representantes do Poder Legislativo local e estadual

Atuação cooperada 

O Fórum de Gestores foi criado em 2007 e tem o objetivo de promover a criação, execução e aprimoramento de políticas afirmativas, além da definição de estratégias conjuntas para a promoção da igualdade racial, envolvendo o Governo do Estado e as prefeituras municipais. Atualmente, o colegiado conta com a participação de aproximadamente 100 municípios de diversos territórios de identidade. Entre seus principais desafios estão avançar no diálogo com a sociedade civil organizada e na implementação do Estatuto da Igualdade Racial e de Combate à Intolerância Religiosa e da Década Internacional Afrodescendente na Bahia (2015-2024).

Fonte: Ascom/Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Estado (Sepromi)

Deixe uma resposta