Setur qualifica serviços turísticos para a Festa do Bembé

A partir desta sexta-feira (17), empresários e trabalhadores do setor de turismo, integrantes de grupos culturais e o povo de santo dos terreiros de candomblé de Santo Amaro, no Recôncavo Baiano, participam de uma série de cursos voltados para a qualidade dos serviços turísticos do município. A ação da Secretaria de Turismo do Estado (Setur) tem como foco o período da tradicional festa do Bembé do Mercado, realizada de 10 a 14 de maio.
 
O ciclo de qualificação será iniciado com o seminário ‘Tecendo a Rede do Turismo Étnico-afro’, nesta sexta (17). A programação inclui uma conversa sobre noções e experiências do turismo étnico-afro e a adesão à rede, que visa potencializar a cadeia produtiva do turismo nos terreiros de candomblé e entidades culturais. O encontro prevê ainda a apresentação de um planejamento para o desenvolvimento do turismo na festa do Bembé do Mercado.
 
A programação de cursos oferecidos pela Setur em Santo Amaro, segue de 30 de março a 19 de abril. Com mais de 200 vagas, as aulas serão ministradas por técnicos da Setur, da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) e do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac). As inscrições devem ser feitas a partir de segunda (20), na Secretaria de Cultura de Santo Amaro, das 8h às 14h. Para se inscrever é necessário ter mais de 18 anos e apresentar a carteira de identidade.
 
Temas 
 
No dia 30, serão abordados os temas ‘Produção Associada ao Turismo’ e ‘Empreendedorismo Étnico’. No dia 5 de abril será vez de ‘Qualidade no Atendimento ao Turista’ e ‘Educação Patrimonial’. No dia 12 de abril, as aulas apresentam ‘Noções Conceituais de Turismo’ e ‘Etno-desenvolvimento’. Por fim, no dia 19 de abril, o tema será ‘Turismo e Cidadania’. Os locais das aulas estão sendo definidos juntamente com a prefeitura municipal, parceira da Setur nesta iniciativa.
 
Também com a finalidade de promover a qualidade dos serviços turísticos em Santo Amaro, hotéis, pousadas, agências de receptivo e outras empresas de turismo passarão por vistorias de verificação da qualidade dos empreendimentos na próxima segunda (20) e terça (21).
 
Sobre a festa 
 
O Bembé do Mercado comemora a libertação, em 1888, dos negros escravizados. A festa inclui celebrações do candomblé em plena rua e reafirma a cultura de origem africana no Recôncavo. A manifestação popular – que tem o título de patrimônio imaterial da Bahia, concedido pelo Ipac – reúne apresentações culturais, como samba de roda, além de celebrações típicas das religiões de matriz africana. 
 
Fonte: Ascom/Setur 

Deixe uma resposta