CORPORAÇÃO DE FOMENTO – Representantes visitam município para avaliar projeto

O prefeito Elinaldo Araújo participou de uma reunião técnica entre representantes de diversas secretarias da administração municipal e da Corporação Andina de Fomento (CAF) – auto-identificada como Banco de Desenvolvimento da América Latina – para discutir nos mínimos detalhes como serão aplicados os US$ 80 milhões, contratados junto à instituição, para a implementação do Programa de Integração e Desenvolvimento Urbano, Social e Ambiental de Camaçari. O encontro aconteceu nesta terça-feira (2/10) em um dos auditórios da Cidade do Saber.

Composta por oito representantes, a missão de avaliação da CAF permanecerá no município até quinta-feira (4/10). Neste espaço de tempo, as equipes de trabalho envolvidas na elaboração e desenvolvimento do programa irão acompanhá-los em diversas atividades. A intenção é avaliar e analisar o impacto que o programa trará em benefícios para a população.

No primeiro encontro foi apresentado a eles o cronograma de trabalho; a política de desenvolvimento do município; o programa, no âmbito das políticas de desenvolvimento da cidade; ainda fez parte deste primeiro dia uma visita in loco aos locais onde serão realizados os projetos na sede de Camaçari.

O empréstimo, correspondente a cerca de R$ 300 milhões, foi aprovado pela Comissão de Financiamentos Externos (COFIEX), do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. A decisão da comissão equivale a um aval do Governo Federal à operação. Esta é a primeira vez que o município consegue captar concessão numa entidade de crédito internacional, o que só foi possível após as contas públicas do executivo municipal passarem por análise e serem consideras adequadas.

Conforme o prefeito Elinaldo, a implantação do Programa de Integração e Desenvolvimento Urbano, Social e Ambiental de Camaçari é de suma importância para o crescimento e avanço do município, pois será revertido em ações de melhoramentos em diversos setores, a exemplo da saúde, saneamento, infraestrutura, mobilidade, meio ambiente, educação, dentre outros. “A vinda da comitiva da CAF é um passo importante que cumpre uma etapa a mais no processo de captação desse recurso pleiteado desde o fim do ano passado”, ressaltou.

De acordo com o chefe da missão e vice-presidente de Desenvolvimento Sustentável da CAF, Pablo Lopez, a pretensão da visita é conhecer a dinâmica socioeconômica da cidade e como os projetos irão impactar na vida das pessoas. “Nossa expectativa é ajudar a prefeitura a organizar um programa mais sólido e que traga mais impacto na vida dos camaçarienses”. Ainda segundo o executivo, ao final dos três dias será feita uma avaliação, que será apresentada à equipe da prefeitura com as condições e recomendações visando fortalecer o programa.

Para quarta-feira (3/10), está programada a continuação da visita in loco aos locais onde serão realizados os projetos, só que dessa vez na Costa de Camaçari; a apresentação da abordagem da CAF para intervenções nas cidades; além de reuniões temáticas simultâneas sobre os conjuntos de projetos que compõem o programa.

No terceiro e último dia da visita, quinta-feira (4/10), acontecerá a apresentação de aspectos institucionais para a execução do programa (áreas envolvidas na administração, inspeção de obras, operação e manutenção, etc); exposição dos aspectos da equipe setorial da CAF às áreas responsáveis por cada projeto; solicitação de informações adicionais, comentários sobre os documentos apresentados, etc; ajuda memória pela equipe da CAF (este espaço pode ser usado para completar questões pendentes por especialistas da CAF); e conclusões da missão, com as definições de compromissos e próximas etapas.

Foto: Thiago Canuto

Deixe uma resposta

MySQL query error