JORNADA PEDAGÓGICA 2018:Atividade segue com vasta programação até quarta (4)

Tendo como tema “O Projeto Educativo da Rede Municipal: fundamentos, princípios e horizontes”, teve início nesta segunda-feira (2/4) a Jornada Pedagógica 2018 – atividade que marca a abertura do ano letivo em Camaçari. A cerimônia, que aconteceu no Teatro Cidade do Saber, contou com a palestra “Práticas de leitura e escrita em projetos educativos contemporâneos”, proferida pela professora e escritora, Ângela Kleiman.

Para a secretária da Educação, Neurilene Martins, a Jornada Pedagógica se configura num espaço/tempo de encontro dos profissionais de Educação para debater os temas voltados às práticas educativas e refletir sobre a inovação curricular. “A temática do encontro ancora-se no Plano Municipal de Educação, no Plano Plurianual 2018–2021 e nos dados acadêmicos da Rede Pública Municipal de Ensino de Camaçari, que nos impulsionam para um projeto de educação construído com os sujeitos do processo educativo e comprometido com o direito de aprender na escola, como condição para o desenvolvimento e para o exercício pleno da cidadania dos profissionais da educação, dos estudantes e suas famílias”, destacou a titular da pasta.

Com uma vasta programação, que se estenderá até quarta-feira (4/4), durante os três dias do encontro serão oferecidas oficinas e mesas redondas aos profissionais da educação infantil e especial, creche e pré-escola ensino fundamental I e II, além da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Rede Pública Municipal de Ensino de Camaçari.

As atividades acontecerão em diversos locais da cidade, a exemplo da Escola Municipal São Tomáz de Cantuária, além dos auditórios do Centro de Referência à Inclusão Escolar (CRIE), da Secretaria de Governo (Segov), da Cidade do Saber e da Curia Diocesana de Camaçari.

O objetivo da Jornada Pedagógica é dialogar sobre a construção do projeto educativo, considerando a participação dos diferentes atores do processo de ensino e aprendizagem; promover debates sobre os princípios e fundamentos que norteiam a elaboração dos referenciais curriculares da rede municipal; além de estabelecer metas claras para as políticas de letramentos, como objetivos de aprendizagem bem definidos para os estudantes das diferentes etapas e modalidades da educação municipal.

Para garantir o cumprimento dos 200 dias letivos e das 800 horas/aula do calendário escolar, a volta às aulas na rede pública de Camaçari está marcada para iniciar no dia 5 de abril. Com um total de 102 unidades escolares, distribuídas entre a sede, orla e zona rural, a Rede Pública Municipal de Ensino de Camaçari atende 37.230 mil estudantes.

Conforme a Seduc, para atender a demanda o município conta com 1.694 professores. Entre diretores escolares, vice-diretores e coordenadores são 263, além dos servidores não docentes que chegam a um número de cerca de 1.000 profissionais.

 

Por: Ascom/PMC

Deixe uma resposta