Jornalista morto a tiro com mulher e filhos

Ataque talibã a hotel matou Sardar Ahmad, da agência France Presse.

1970400_10153945507765475_847941564_nSardar Ahmad, jornalista da agência France Presse desde 2003, morreu com a mulher e dois dos seus três filhos, de 3 e 6 anos, durante um ataque talibã a um hotel de Cabul, no Afeganistão. O terceiro filho do jornalista, com 18 meses, sobreviveu mas está no hospital em estado grave. Segundo a agência France Presse, Sardar Ahmad era um “jornalista corajoso, peça fundamental da equipa no Afeganistão, que assegurava, a cada dia, uma cobertura excepcional da atualidade deste país em condições extremamente difíceis”. A organização Repórteres Sem Fronteiras estima que pelo menos 19 jornalistas foram mortos no Afeganistão nos últimos 12 anos.

Deixe uma resposta