Lançada campanha de vacinação contra febre amarela em Lauro de Freitas

Foto: ASCOM/SESAB
Campanha de vacinação contra febre amarela foi lançada pelo secretário da Saúde em Lauro de Freita

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), lançou na manhã desta segunda-feira (19), no município de Lauro de Freitas (RMS), na Unidade de Saúde da Família (USF) do Caji/Vida Nova, a campanha estadual de vacinação fracionada contra a Febre Amarela. Na ocasião, o secretário Fábio Vilas-Boas, que estava acompanhado da prefeita Moema Gramacho, alertou para a relevância da vacinação. “É muito importante que a população dos oito municípios da Região Metropolitana de Salvador participantes da campanha busque os postos de vacinação para receber a dose fracionada da vacina”.

Além de Lauro de Freitas, sete municípios baianos deram início à campanha de vacinação contra a doença com doses fracionadas. A meta é que pelo menos 95% da população de Camaçari, Candeias, Itaparica, Lauro de Freitas, Mata de São João, Salvador, São Francisco do Conde e Vera Cruz seja imunizada até o dia 9 de março, quando acaba a campanha. No dia 24 do mesmo mês, acontece o Dia D de vacinação. A campanha pretende imunizar aproximadamente 3,3 milhões de pessoas.

Vilas-Boas explicou ainda que a vacinação é destinada a pessoas a partir dos 2 anos de idade, inclusive indígenas, desde que não apresentem condições clínicas especiais. Segundo ele, as pessoas que já tiverem tomado a vacina ao longo da vida não precisam receber nova dose, e que “ainda não houve casos de febre amarela em humanos, graças aos esforços dos municípios e do Governo do Estado”. Estudos realizados pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, demonstram que a utilização da dose fracionada da vacina protege o indivíduo por pelos menos oito anos. Após esse período, deve ser feito o reforço da imunização.

Dose Padrão

Durante a campanha, a dose padrão será disponibilizada apenas para crianças de 9 meses a menores de dois anos de idade, gestantes com indicação escrita do médico, viajante internacional que necessite da emissão do certificado internacional de vacinação e profilaxia e para pessoas que apresentarem condições clínicas especiais avaliadas pelo serviço de saúde.

Casos de febre amarela

No ano 2000, na Bahia, foram confirmados dez casos de Febre Amarela Silvestre em pessoas residentes nos municípios de Coribe e Jaborandi (extremo oeste). Deste total, três foram a óbito. Estes foram os últimos casos autóctones (quando a infecção acontece no próprio local de residência) registrados no estado. Este ano, houve a confirmação de um caso importado da doença.

Estimativa

Público-alvo estimado para ser imunizado durante a campanha 

Salvador – 2.716.108
Lauro de Freitas – 172.445
Camaçari – 254.986
Candeias – 83.692
Itaparica – 20.861
Mata de São João – 41.745
Vera Cruz – 38.652 

Fonte; Ascom/Secretaria da Saúde do Estado (Sesab)

Deixe uma resposta

MySQL query error